Jovem mineira que ostenta marca de nascença facial, dá aula de autoestima e é destaque na imprensa internacional

de Merelyn Cerqueira 0

1

Mariana Mendes, uma mineira de 24 anos de Juiz de Fora, nasceu com uma grande marca escura no meio do rosto.

 

Conhecida como nevo melanocítico congênito, a mancha cobre parte de seu nariz, olho e bochecha direita. Quando criança, sua mãe fez com que realizasse um tratamento a laser para amenizar a marca, temendo que no futuro a filha sofresse bullying. No entanto, Mariana ostenta seu nevo como uma forma de inspirar os outros a abraçarem suas diferenças.

3

Destaque nos jornais Metro e Daily Mail, do Reino Unido, bem como Telecinco, da Espanha, Mariana afirmou acreditar que sua marca de nascença faz com que seja “única”, por isso nunca se sente envergonhada em exibi-la. Quando tinha apenas cinco anos de idade passou por três tratamentos de cirurgia a laser a fim de reduzir a aparência de sua mancha. No entanto, a marca foi ficando cada vez mais escura com o tempo.

5

Eu me sinto mais bonita e totalmente diferente das outras pessoas porque tenho um nevo”, disse ela. “Ter um nevo tão grande não é comum, então é claro que há muitas pessoas que olham e não gostam. Mas eu não me importo”. Muitas pessoas me perguntam sobre minha marca de nascença, às vezes pensam que é maquiagem ou uma tatuagem, mas eu não me importo e explicar para elas”, acrescentou. “Algumas gostam, outras não. Alguns adoram e outros odeiam – eu recebo uma resposta muito mista de opiniões”.

  2

Já me disseram que é ‘feio’ ou ‘estranho’, mas não me incomoda porque é apenas a uma opinião sobre o que acho que é bonito”, continuou. “Eu não fico chateada se uma pessoa não gosta do meu nevo, para mim é como qualquer outra parte do meu corpo. Estou orgulhosa dele porque é uma parte de quem eu sou e como aprendi a gostar de mim”. Com essa verdadeira aula de autoestima,Mariana espera inspirar os outros a abraçarem suas diferenças. Acho que viver com um nevo facial é muito fácil porque eu gosto muito e quero que os outros se sintam tão confiantes quanto eu sobre seus nevos”, disse. “Nunca vou me envergonhar do meu nevo e me sinto bem por tê-lo”.

4

Conforme lembrado pelo Daily Mail, os nevos melanocíticos congênitos afetam uma em cada 20.000 pessoas. Eles são causados por uma maior concentração de pigmentos sob a pele, dando à determinada área uma aparência mais escura.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]