Já ouviu falar na suposta base alienígena que existe no Novo México? Saiba tudo sobre ela!

de Merelyn Cerqueira 0

Muito além de qualquer história envolvendo a cidade de Roswell e até mesmo a Área 51, os caçadores de alienígenas têm outra “base” para fomentar suas teorias da conspiração.

 

Localizada em Dulce, no Novo México, a suposta base vem chamado atenção de muitos moradores da região, que afirmaram já ter visto atividades suspeitas nas redondezas.

Toda a cidade de Dulce, com quem você quiser conversar, eles vão contar o que viram – muitos deles“, disse Geraldine Julian, de 78 anos, que afirma ter visto vários OVNIs e outras situações estranhas desde a década de 1960. “Não é um conto de fadas”, insistiu. “Todas as coisas são verdadeiras, e eu acredito em cada uma delas também, porque eu mesma já vi.”

 

Julian é uma das moradoras que afirma ter visto “uma grande espaçonave” pairando sobre a cidade. “A parte de baixo era plana, mas no topo havia uma cúpula”, contou. “Havia movimento dentro dela”.

A cidade, localizada na fronteira com o Colorado (EUA), segundo contam as lendas, é o ponto zero para os alienígenas que estão trabalhando com o governo na manutenção de uma instalação não tão secreta sob Archuleta Mesa, uma montanha de aparência íngreme e com vista para toda Dulce.

 

O local, que é considerado o segundo mais misterioso e proibido do planeta, também foi palco de uma suposta batalha envolvendo humanos e alienígenas. Segundo consta, um homem chamado Phil Schneider, que trabalhou na base militar secreta de Dulce, em 1979, teria revelado ao mundo que haviam alienígenas vivendo sobre o subsolo do lugar.

Ele contou também que era um dos três sobreviventes de uma batalha que ocorreu contra alienígenas em agosto de 1979, e que era a única pessoa com permissão para falar com detalhes sobre o conhecimento do governo sobre seres alienígenas.

 

Shneider revelou que a construção da base envolveu o trabalho de uma equipe para a perfuração de quatro grandes buracos na região. No entanto, no momento em que retiravam a terra dos buracos, “um ar preto fuliginoso emergiu”, seguido de um alienígena cinza de dois metros de altura, que cheirava a lixo.

Segundo ele, o alienígena fez uma espécie de movimento circular com a mão, acenando em frente ao peito, ao passo em que Schneider imitou a ação. “Em seguida, um raio azul me atingiu e literalmente me abriu como um peixe”, contou ele em uma das palestras.

O homem chegou a mostrar queimaduras nos dedos da mão esquerda como prova, bem como uma cicatriz no peito. Ele contou que a força do raio queimou seus sapatos e as unhas dos pés. No entanto, sua vida foi salva graças a outro soldado que estava próximo, mas que morreu no processo.

 

Segundo ele, mais de 60 pessoas perderam a vida naquele dia e desde então uma guerra se instaurou no subsolo da base de Dulce. Os outros dois sobreviventes que poderia confirmar sua teoria supostamente teriam se mudado para asilos no Canadá, e tiveram suas identidades protegidas pelo governo, uma vez que temia ser sequestrados e torturados.

 

Schneider falou ainda sobra a existência de 1.477 bases subterrâneas ao redor do mundo, das quais 129 estavam localizadas nos EUA, cada qual custando cerca de 17 bilhões de dólares ou mais. Ele disse que o orçamento envolvido compõe cerca de 25% do PIB dos EUA. Verdade ou não, o fato é que o ex-militar foi muito crítico ao governo por manter os cidadãos no escuro, e chegou a dar muitas palestras sobre suas experiências nos dois anos que antecederam sua morte, em 1997.

Ele alegou ter sendo perseguido pelo governo e que várias tentativas contra sua vida já haviam sido feitas, especialmente quando começou a revelar o que sabia. Curiosamente, sua morte foi anunciada como suicídio, o que levantou ainda mais desconfiança entre seus partidários.

 

De fato, ninguém nunca encontrou provas concretas de alienígenas vivendo de maneira subterrânea na cidade de Dulce.

[ Santa Fe New Mexico / The Epoch Times ] [ Fotos: Reprodução / The Epoch Times ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!