Esta é razão pela qual você nunca deve olhar diretamente para um eclipse solar

de Merelyn Cerqueira 0

Primeiramente, tome como conselho que você nunca deve olhar diretamente para o Sol, em nenhuma circunstância – nem mesmo quando a Lua o está bloqueando.

 

O motivo é óbvio: a luz pode causar danos significativos à sua visão. Isso ocorreu em um caso publicado recentemente na revista JAMA Ophthalmology. As fotos abaixo mostram o que aconteceu com uma mulher de apenas 20 anos que observou o último eclipse que ocorreu em território norte-americano no dia 21 de agosto, sem a ajuda de óculos, segundo informações da IFLScience.

olhar-direto-para-o-eclipse

Durante o eclipse solar de 21 de agosto de 2017, uma mulher de 20 anos viu o eclipse solar várias vezes durante aproximadamente 6 segundos sem óculos de proteção e, novamente, por aproximadamente 15 a 20 segundos com um par de óculos escuros“, escreveram os pesquisadores do New York Eye and Ear Infirmary of Mount Sinai (NYEE) e da Icahn School of Medicine.

Ao que tudo indica, a jovem observou o eclipse forçando os olhos a ficarem abertos. Mas, ela não fez isso apenas rapidamente. Na verdade, acompanhou o fenômeno por longos segundos. Três dias depois, procurou ajuda médica relatando problemas de visão. A jovem então foi diagnosticada como retinopatia solar, uma lesão na retina causada pela observação direta do Sol.

olhar-direto-para-o-eclipse_1

Ela disse ter percebido que quatro horas após o eclipse sua visão estava desfocada e distorcida (metamorfopsia), enquanto que no olho esquerdo, começou a ver uma mancha escura central. Utilizando imagens ópticas adaptativas, os médicos examinaram os danos causados na retina. Eles descobriram que havia uma espécie de queimadura e um buraco em suas retinas.

 

Infelizmente, o problema não tem cura conhecida. No entanto, ele serviu como oportunidade para que os médicos estudassem esse tipo de dano – o que talvez um dia levará a um tratamento.

 

Nós nunca vimos um dano celular causado por eclipse porque este é um evento que raramente acontece, e até recentemente não tivemos este tipo de tecnologia avançada para examinar a retinopatia solar“, disse o pesquisador principal, Avnish Deobhakta, da Icahn School of Medicine.   

Vimos lesões similares, de quando pacientes olhavam acidentalmente para lasers, mas nada tão grave quanto este envolvendo um eclipse“, acrescentou Deobhakta.

 

A equipe espera que o estudo possa ajudar os médicos a se prepararem para casos futuros, tendo em vista que em 2024 um eclipse semelhante ocorrerá nos EUA. No entanto, a história da jovem serve como lembrete de que você nunca deve olhar diretamente para o Sol, apenas com a ajuda de óculos de proteção.

[ IFL Science ] [ Fotos: Reprodução / IFL Science / Pixabay ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!