Empresa japonesa constrói casas de isopor resistentes a terremotos

de Gustavo Teixera 0

casas-de-isopor-1

A maioria das pessoas pensa que isopor está limitado a recipientes de comida descartáveis ​​ou material de embalagem.

 

Porém, para um fabricante de casas modulares japonesas, ele é o material de construção de casas do futuro. Suas casas de isopor cada vez mais populares são altamente resistentes a terremotos, com custo baixo, pouco tempo para construção, e possuem propriedades de isolamento térmico.

casas-de-isopor-2

A Japan Dome House vendeu casas de isopor no Japão nos últimos 15 anos, mas foi no ano passado que a demanda pela infraestrutura leve aumentou. Em abril de 2016, a prefeitura japonesa de Kumamoto foi atingida por um terremoto de magnitude 7,0 que matou 49 pessoas e feriu outras 3.000. Mais de 44 mil pessoas foram evacuadas de suas casas, e milhares delas ainda vivem em habitação temporária.

Os danos estruturais dos edifícios convencionais foram relatados tanto em Kumamoto quanto na Prefeitura vizinha de Oita. Porém um lugar que não sofreu nenhum dano foi a Zona da Aldeia de Kyushu, um complexo residencial constituído por 480 casas construídas pela Japan Dome House. A empresa japonesa anuncia suas casas de isopor contra terremotos há mais de uma década, mas foi o desastre do Kumamoto do ano passado que finalmente convenceu as pessoas de que não era apenas marketing.

casas-de-isopor-3

As peças de isopor pesam cerca de 80 quilos, e sua forma e a falta de necessidade de postes e feixes as tornam muito resistentes aos fortes terremotos. É importante notar que Japão Dome House não usa espuma de isopor regular. Usando tecnologia própria, a empresa desenvolveu um material de nova geração que é muito mais forte do que o usado para recipientes de alimentos ou embalagens.

casas-de-isopor-4

De acordo com o site japonês RealEstate “as esferas em poliestireno convencional são expandidas cerca de 50% a 60% do tamanho original do monômero de estireno, causando a absorção de uma grande quantidade de oxigênio. A Japan Dome House desenvolveu um método que apenas expande os monómeros de estireno cerca de 20% e minimiza a absorção de oxigênio. Isso torna o material muito mais forte do que a espuma convencional, mantendo suas qualidades altamente isolantes”.

 

Uma casa de isopor pode ser montada em apenas uma semana por uma equipe de três pessoas, usando peças modulares, e o preço varia entre 7 milhões e8 milhões de ienes, o equivalente a 226 mil e 260 mil reais para uma casa com um espaço de cerca de 36 metros quadrados. Uma vez que a isopor não apodrece, essas casas são consideradas muito duráveis. Outra vantagem é que elas são altamente personalizáveis, permitindo aos proprietários colocar seus toques únicos. A Japan Dome House afirma que vende cerca de 100 casas de isopor por ano em todo o Japão.

[ Oddity Central ] [ Fotos: Reprodução / Oddity Central ]