Criança nos EUA contrai o primeiro caso local de peste bubônica em quase 30 anos

de Merelyn Cerqueira 0

Uma criança de Elmore County, Idaho (EUA), está em recuperação após contrair uma forma de infecção causada pela bactéria Yersinia pestis.

 

A doença, que é conhecida como A Peste, embora seja bem lembrada pela pandemia que causou na Europa no século XIV, a Peste Negra, evoluiu para viver dentro de roedores, de modo que é transmitida através de suas pulgas.

O anúncio foi emitido pelo Departamento de Saúde do Distrito Central (CDHD) do estado, marcando o primeiro caso confirmado de peste em Idaho em 26 anos.

Há milhares de anos os ratos e outros roedores têm seguido os passos humanos em busca de novos assentamentos e civilizações. Considerando que a doença esteve em voga no século 14, era difícil identificar a origem das bactérias até o surgimento do sequenciamento de DNA aparecer.

 

Agora, já sabemos que a bactéria é nativa de regiões montanhosas na Ásia Central, mas que atualmente está circulando em vários níveis entre populações de roedores em todo o mundo.

Um dos locais mais significativos relacionado a peste nos EUA é a região oeste, razão pela qual muitos parques na região dispõem placas alertando os visitantes a manterem distância dos roedores silvestres e a usarem repelente ou roupas de proteção. No entanto, embora a presença da doença seja verificada, os casos de infecções relatados anualmente nos EUA são baixos – apenas cerca de 1 a 17 nas últimas décadas, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

 

Porque a infecção pode permanecer incubada por alguns dias, foi possível determinar onde ela entrou em contato com uma pulga portadora da bactéria Y. pestis. Segundo um comunicado emitido pelo CDHD, a criança havia feito uma viagem recente à Oregon, região oeste do país.

Uma porta-voz do CDHD contou ao The Washington Post que  a criança ficou doente no mês passado e foi tratada com antibióticos em um hospital local em Elmore. Exames feitos mais recentemente confirmaram se tratar de um caso de peste bubônica, a mais comum das três formas da doença.

 

A bactéria viaja pelo corpo através dos vasos linfáticos e linfodonos, escapando com eficácia do sistema imunológico enquanto se replica rapidamente. Ao se acumular no nódulo linfático, segrega substancias tóxicas que induzem sintomas como febre, fraqueza e dor de cabeça. Eventualmente, o tecido nas proximidades começa a morrer, tornando as glândulas linfáticas inchadas e dolorosas (bubões).

 

Na maioria dos casos, quando tratada rapidamente com antibióticos, pode ser curada. No entanto, se a intervenção for tardia, a infecção pode progredir para a corrente sanguínea e se transformar em uma forma de infecção generalizada mortal.  

[ IFL Science ] [ Fotos: Reprodução / IFL Science ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!