Comer carne vermelha pode aumentar risco de endometriose, sugere estudo

de Merelyn Cerqueira 0

A endometriose é uma doença que afeta cerca de seis milhões de mulheres no Brasil, de acordo com Associação Brasileira de Endometriose. Trata-se de uma doença caracterizada pela presença de endométrio (tecido que reveste o interior útero) fora da cavidade uterina, afetando outros órgãos.

 

Estes órgãos podem ser a pelve, incluindo trompas, ovários, intestinos e bexiga. A condição pode causar dores intensas, dificultar a gravidez e até provocar esterilidade.

 

De acordo com informações do Daily Mail, um estudo feito pelo Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, em Washington (EUA), descobriu que, por razões ainda não esclarecidas, a carne não processada está fortemente ligada à condição, muito mais do que alimentos processados como bacon e salsicha.

Pesquisas anteriores já haviam sugerido que a carne vermelha pode aumentar os níveis de estrogênio nas mulheres, o que pode levar a endometriose.

 

Para o estudo mais recente foram testadas 81.908 mulheres nos EUA em idade de pré-menopausa, entre os anos de 1991 e 2013. A cada quatro anos elas eram convidadas a responder um questionário sobre dieta e eram monitoradas sobre qualquer suspeita de endometriose.

 

Os resultados do estudo, que foram publicados no Journal of Obstetrics & Gynecology, sugeriram que o consumo elevado de carne vermelha não processada aumenta a probabilidade do desenvolvimento de endometriose. Por outro lado, verificaram que aves, peixes e frutos do mar não afetaram os riscos.

No entanto, mais estudos devem ser feitos para determinar essa relação de causa e efeito.   

 

O que é a endometriose?

Todos os meses, o endométrio fica mais espesso para que um óvulo fecundado seja “fixado”, caracterizando uma gravidez. Quando isso não ocorre, esse aumento é descamado e expelido em forma de menstruação. No entanto, em alguns casos, uma parte desse sangue flui em sentido oposto, caindo nos ovários ou cavidade abdominal, resultando nas lesões características da condição.

 

As causas da endometriose são desconhecidas, embora sugira-se que possa ser genética, esteja relacionada a problemas no sistema imunológico ou a exposição de produtos químicos. Os sintomas incluem dor, menstruação longa, fadiga, risco de infertilidade, problemas intestinais e na bexiga.

[ Daily Mail / Gineco ] [ Fotos: Reprodução / PxHere ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!