Chuva de frutos do mar surpreende e assusta moradores em cidade na China

de Merelyn Cerqueira 0

A cidade costeira de Qingdao, no leste da China, experimentou uma enorme tempestade com criaturas marinhas caindo do céu em meio a fortes ventos e “chuva”. Segundo imagens publicadas por moradores locais, a chuva derrubou camarões, estrelas-do-mar e até mesmo polvos.  

 

Embora a imagem do polvo tenha sido verificada inicialmente como montagem (para chamar a atenção do mundo), o fato foi provado e as ruas da cidade realmente experimentaram a bizarra chuva. Curiosamente, esta não é a primeira vez que o fenômeno é relatado na história da humanidade – tendo ocorrido oficialmente em dezenas de países, especialmente após furacões. Eventos semelhantes envolvendo sapos, pássaros mortos, minhocas e até mesmo aranhas já foram observados. 

Entretanto, tais “chuvas” são consideradas especialmente raras e, portanto, os cientistas ainda não tiveram oportunidades para coletar evidências diretas para definir suas causas, embora haja algumas hipóteses plausíveis.

Quando ocorre normalmente, a chuva é causada pela evaporação da água na superfície da Terra. Quando esse vapor esfria e se condensa na atmosfera, eventualmente é lançado de volta, mas em forma de chuva. Essa água não é exatamente pura, uma vez que o vapor pode capturar partículas de poluição presentes no ar, como é o caso da chuva ácida.

 

Sabendo disso, considere que qualquer tipo de animal seria pesado demais para ascender ao céu e então ser jogado de volta na terra. Sendo assim, apenas climas mais extremos poderiam explicar o acontecimento, como ventos fortes e tornados.

 

Uma explicação plausível envolve as chamadas trombas d’água, que são enormes colunas de ventos que se formam logo acima da água e podem se mover, geralmente durante uma tempestade forte.

 

Conforme explicado por um artigo da US Library of Congress, assim como um tornado, uma tromba d’água bem formada consiste de um vórtice central de baixa pressão, rodeado por um funil rotativo de correntes ascendentes. Logo, o vórtice no centro dessa tempestade é forte o suficiente para “absorver” o ar, a água e qualquer outro pequeno objeto ao redor, fazendo um vácuo.

Embora em teoria a ciência explique isso, na prática ainda não foram feitas observações diretas. No entanto, alguns pesquisadores acreditam que qualquer corrente ascendente de vento pode ter o poder de levantar criaturas marinhas e lançá-las durante uma tempestade forte.

 

Conforme informado pelo The Independent, no dia em questão a tempestade na China provocou ventos de até 125 km/h, que estão no nível mais alto da escala de Beaufort, indicando velocidades em nível de furacão.

 

Especula-se que o vento tenha destruído um mercado de rua que vendia frutos do mar, espalhando os animais pelas ruas – o que é extremamente plausível e basicamente explicaria o estranho fenômeno. Apesar disso, a teoria não está provada, mas é possível, de fato, que os animais tenham sido sugados do mar e jogados na pequena cidade – como já ocorreu em várias cidades do mundo.

[ Science Alert ] [ Fotos: Reprodução / Science Alert ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!