China quer levar missão tripulada para a Lua em breve

de Gustavo Teixera 0

china-lua-1

Na Conferência de Exploração Espacial Global (GLEX) de 2017, em Pequim, a China revelou alguns grandes planos para o futuro da exploração espacial, incluindo o local de pouso para a sonda Chang’e 5 e planeja expandir a cooperação internacional no espaço, enviando uma missão tripulada para a Lua.

 

Liu Jizhong, diretor do Centro de Exploração Lunar e Engenharia Espacial da China da Administração Nacional do Espaço da China (CNSA), anunciou na conferência que a sonda lunar Chang’e 5 pousará na região de Mons Rumker, em uma formação vulcânica da Lua. A sonda trará amostras de Lua de volta à terra até o final do ano, de acordo com um funcionário espacial citado pela Reuters.

china-lua-2

Chang’e 5 é a última de uma série de sondas lunares que mudaram o jogo para o programa de exploração espacial da China. Liu mencionou que seu antecessor, o Chang’e 4, será lançado em 2018 e será a primeira sonda que já aterrará no lado escuro da Lua. O Chang’e 3 lançou em 2013 e fez o primeiro “desembarque suave” lunar desde 1976, transmitindo algumas fotos coloridas da Lua.

Liu falou à conferência sobre os objetivos a longo prazo da CNSA. “A China está planejando e projetando o seu futuro programa de exploração lunar. Vamos nos concentrar na região sul da Lua. A pesquisa sobre a água e a área escura permanente da região do sul da Lua trará maiores descobertas científicas”, afirmou.

Embora a exploração espacial tenha sido uma fonte de concorrência entre as nações no passado, Liu deixou claro que a China quer fazer dela um esforço internacional. Ele reconheceu os quatro países (Holanda, Alemanha, Suécia e Arábia Saudita) que colaboraram com a China no Chang’e 4. Liu também quer ver o envolvimento chinês em uma série de outros projetos, como a construção de uma vila lunar internacional, um projeto proposto pela Agência Espacial Europeia (ESA).

 

Mas, mais intrigantemente, a mídia estatal cita um funcionário que diz que a China enviará uma missão tripulada para a Lua nos próximos anos. De acordo com a Reuters, os preparativos para esta missão ainda estão em estágios iniciais, mas Yang Liwei, o primeiro chinês a ir ao espaço, diz que a aprovação e o financiamento não levarão muito tempo.

[ Shanghaiist ] [ Fotos: Reprodução / Shanghaiist ]