Câmera mostra o que idosa solitária de 98 anos faz diariamente. O fato deixou a internet emocionada!

de Redação Jornal Ciência 0

camera-capta-o-que-idosa

Mary Tony, de 98 anos, mora sozinha em sua casa nos Estados Unidos.

 

Todos os dias, um ônibus viaja até sua residência para levá-la até um centro de idosos, onde, junto com outros de sua idade, passa parte dos dias. Em determinada ocasião, uma equipe de filmagem foi até o local para registrar como era o dia-a-dia dos idosos. As imagens mostram que os funcionários fazem o possível para diverti-los.

 

No entanto, para idosos como Mary, que vão embora após as atividades, a hora de partir é o pior momento, uma vez que, quando chegar em casa terminará o dia sem nenhuma companhia.

 

Sabendo disso, a equipe de filmagem resolveu acompanhá-la para saber o que ela costuma fazer no tempo livre. “O que eu deveria fazer? Para onde iria? Eu sou sozinha”, revela. “Eu não vejo e nem ouço bem e não posso ir morar com minhas sobrinhas porque elas têm suas próprias famílias”.

 

Logo, Mary considera que os momentos que passa em companhia dos amigos no centro é como uma luz em sua vida tediosa. “Eu mal posso esperar pela manhã seguinte para poder voltar”, diz. “Eu gosto muito. Mas no sábado e no domingo eles não abrem”.

Questionada sobre suas atividades diárias, ela afirma que costuma pegar folhetos de supermercados para cortá-los em tiras. “Depois, eu corto as tiras em pequenos pedaços e jogo eles primeiro em uma sacola, e em seguida no lixo”, explica. “Eu tenho que fazer algo, se não enlouqueço”.

 

Contudo, os funcionários do centro de idosos não tinham consciência do que Mary fazia nos momentos em que não estava na companhia deles. “Eu nunca tinha pensado sobre isso, sobre o que eles fazem quando vão embora e eu retorno para minha vida, o que eles fazem quando estão sozinhos”, disse uma das funcionárias.

 

Embora sua história tenha causado comoção no grupo, Mary não espera que as pessoas tenham pena e afirma estar orgulhosa de si mesma.

 

Quantas pessoas com 98 anos ainda são capazes de andar com seus próprios pés?”, questiona. “Eu sou, e quero seguir fazendo isso enquanto for possível”. Ao se despedir da equipe de filmagem que deixava sua casa, ela disse: “Eu os adoro por terem vindo. Hoje meu dia foi totalmente cheio, e eu nunca vou esquecer desta data”.

[ El Comercio ] [ Foto: Reprodução / El Comercio ]