Base nazista é encontrada no Ártico

de Redação Jornal Ciência 0

Muitas pessoas pensam que a II Guerra Mundial acabou após a destruição das cidades de Hiroshima e Nagasaki pelos Estados Unidos ou após Adolf Hitler ter se suicidado. Mas não foi bem assim. Uma base nazista foi encontrada no Ártico, uma demonstração de refúgio e último suspiro dos nazistas, após a II Grande Guerra.

 

O antigo posto militar fica na Ilha de Alexandra, localizada a mais de 1.000 quilômetros do Polo Norte, em uma área conhecida como Terra de Franz Josef. O lugar foi criado em 1942, um ano depois de Hitler invadir a extinta União Soviética e foi batizado como “Schatzgraber”, que significa “caçador de tesouros”.

base-nazista-encontrada-no-artico_01

Hitler sabia que o espaço aéreo tinha importância fundamental na vitória, assim como o mar, e, para fazer isso, era necessário conhecer as condições meteorológicas. Não só para planejar seus ataques, também para antecipar as ações do inimigo.

base-nazista-encontrada-no-artico_02

O Führer estabeleceu uma base secreta nazista que teria que ser ocupada pelos cientistas do regime para enviar relatórios diários sobre a alteração do clima. A ilha era estrategicamente vital para ambos os lados durante a Segunda Guerra Mundial, por causa de seu valor na produção de relatórios sobre as condições climáticas.

 

A descoberta foi feita em agosto de 2015 por uma equipe de expedição Russa, 72 anos depois de abandonada. Na base, foram encontrados cerca de 500 utensílios entre projéteis de bala, utensílios de cozinha, de higiene, latas de gasolina, pedaços de tenda, itens pessoais e documentos em papel, que foram conservados devido às baixíssimas temperaturas do local.

O fato mais curioso é que a base funcionou depois do fim da II Guerra Mundial, pois a notícia da derrota ainda não havia chegado, lembrando que naquela época as intercomunicações não eram tão eficientes. Outra teoria da conspiração existente na internet é que na verdade Hitler estava procurando por tecnologia extraterrestre de armas, levando em consideração as estranhas experiências realizadas a mando do líder nazista.

 

Mas, o fato mais plausível é que Adolf Hitler queria descobrir com antecedência as mudanças e condições climáticas para invadir a União Soviética, o que não foi possível devido ao número extremamente superior de contingente do Exército Vermelho.

 

Isso mostra que mesmo tantos anos depois da guerra, muitas coisas ainda podem ser descobertas e reveladas. Vamos esperar pelas próximas informações que, como essa, podem ser bem interessantes.

[ Super Curioso ] [ Fotos: Reprodução / Super Curioso ]

deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

Você pode usar tags e atributos em HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!