Arqueólogos podem ter encontrado outra caverna que abrigou os Manuscritos do Mar Morto

de Merelyn Cerqueira 0

scroll-header_1024

Ao escavar os penhascos ao oeste de Qumran, um sítio arqueológico próximo à costa noroeste do Mar Morto, arqueólogos encontraram uma caverna repleta de rolos de pergaminhos, datados do mesmo período dos chamados Manuscritos do Mar Morto, de acordo com informações da Science Alert.

 

Esses primeiros manuscritos, uma coleção de textos antigos e considerada de grande importância para a história da região, inclui um dos mais antigos manuscritos bíblicos já conhecidos. Eles foram encontrados em 11 cavernas de Qumran em meados dos anos 1940 e 1950. No entanto, mais recentemente, arqueólogos do Instituto de Arqueologia da Universidade Hebraica, de Jerusalém, acreditam ter encontrado uma 12ª caverna.

scroll-body

Segundo Oren Gutfeld, diretor de escavação, o achado foi considerado emocionante porque é a mais recente descoberta relacionada aos pergaminhos em 60 anos. “Até agora, foi aceito que foram encontrados manuscritos em 11 cavernas de Qumran, mas não há dúvidas de que esta é a 12ª caverna”, disse.

 

Enquanto Gutfeld aponta certeza sobre o achado, devemos ter em mente que nenhum dos pergaminhos foram descobertos nesta caverna recentemente escavada. Evidências sugerem que a caverna que um dia pode ter guardado os pergaminhos não continha mais nada de valor, uma vez que aparentemente foi saqueada. Os itens encontrados ali foram apenas jarras quebradas construídas especificamente para guardar os rolos, e uma única peça de pergaminho apagado que está sendo analisada.

scroll-fabric

Ainda, um par de picaretas de ferro, feitas durante os anos 50, também foram encontradas no local, que a equipe atribuiu aos beduínos – povos nômades da região – que provavelmente saquearam o local na mesma época em que as outras 11 cavernas eram exploradas. O fato de a equipe ter de escavar para chegar aos artefatos restantes também aponta para a evidência de que os saqueadores tentaram encobrir seus rastros.

Para termos uma ideia do valor dos rolos, um fragmento pequeno, do tamanho de uma unha, de um dos pergaminhos originais pode custar até um milhão de dólares, de acordo com o Museu Bíblico da Liberty UniversityEmbora nenhum rolo tenha sido de fato encontrado na escavação recente, as evidências, segundo Gutfeld, indicam que a caverna um dia guardou os pergaminhos roubados. Os outros itens encontrados foram datados do Segundo Templo, que se estendeu de 530 a.C. até 70 d.C. Os 981 pergaminhos do Mar Morto que atualmente conhecemos contêm escritos bíblicos e não bíblicos datados do século III a.C., e I d.C.

 

Curiosamente, enquanto que a maioria dos 981 pergaminhos tenha sido encontrada nas 11 cavernas, alguns são de origem desconhecida, e possivelmente podem ser os manuscritos que a equipe está procurando. No entanto, embora evidências circunstanciais apontem que a caverna de fato guardou os rolos de pergaminho, a menos que mais fragmentos sejam encontrados nela, ou os existentes sejam associados ao local, o achado permanecerá como um ponto de interrogação. A equipe ainda não publicou suas descobertas, uma vez que espera encontrar novas evidências por meio das análises e novas escavações na caverna.

[ Science Alert ] [ Fotos: Reprodução / Science Alert ]