Aprenda truques dermatológicos para nunca ter “bolinhas” após se depilar ou barbear

de Julia Moretto 0

aprenda-truques_capa

Sabe aquelas bolinhas que ficam na virilha após a depilação? O nome delas é foliculite. Isso ocorre quando o pelo que está crescendo não pode chegar além da pele.

 

Dessa forma, o pelo se curva e penetra novamente originando um pelo encravado ou uma inflamação. A depilação, seja por cera, lâmina ou pinça, é a principal causa dessa inflamação. Porém, há maneiras de fazer com que a foliculite não estrague sua virilha. Confira:

aprenda-truques

Para começar, a melhor alternativa é esfoliar a virilha para que os poros possam desobstruir as células mortas. Isso ajudará na prevenção do problema. Um erro muito comum entre as mulheres (e também homens) é realizar a depilação com o sabonete. A melhor alternativa é utilizar um creme específico, hidratante ou o condicionador, já que esses, ao contrário do sabonete, não ressecam a pele.

 

Outro erro comum é compartilhar a lâmina. Além da diferença existente entre as lâminas masculinas e femininas, raspar áreas distintas do corpo pode ocasionar a troca de bactérias.

Por mais óbvio que pareça ser, utilizar lâminas velhas nunca é aconselhável. O box do banheiro também é um dos locais mais propícios para que as bactérias façam das suas lâminas uma colônia de férias.

aprenda-truques_2

Caso você utilize a gilete a seco, saiba que está agredindo a pele cerca de 3 vezes mais. A forma de manusear o aparelho é sempre em direção ao crescimento do pelo, reduzindo as chances de encravar o fio.

 

Ao finalizar a depilação, não passe produtos com álcool ou fragrância no local. Isso pode causar desidratação, causando ressecamento e a presença de foliculite. No dia que realizar a depilação, evite utilizar roupas justas. Isso porque vestimentas apertadas ajudam a originar pelos encravados. A dica é sempre escolher roupas largas e confortáveis.

Diversos profissionais aconselham a utilização da pomada Hipoglós após a depilação, pois ajuda na hidratação e alivia a irritação da pele.

 

Por mais que todo mundo faça, saiba que é errado ir à praia no dia da depilação. O grande problema é que o sal do mar entra em contato com os poros e ocasiona ardência e irritação. O ideal é ir à praia dois dias após a depilação para que a camada córnea tenha tempo suficiente de se refazer.

 

Já o que muita gente não faz nem ideia, é que a virilha precisa de protetor solar assim como qualquer parte do corpo. Isso vai evitar a foliculite, além de impedir o aparecimento de manchas escuras na região.

[ Diário de Biologia ] [ Fotos: Reprodução / Diário de Biologia ]