7 coisas que ocorrem, passo a passo, quando um corpo é cremado

de Merelyn Cerqueira 0

Embora não seja incomum termos nossos mortos incinerados a temperaturas altíssimas de até 1.000 °C e transformados em pó, não é todo mundo que sabe como funciona um processo de cremação.

 

Abaixo, conforme publicado pelo site Ranked, você confere um passo-a-passo dessa mórbida atividade que é praticada deste a pré-história e que, embora seja pouco popular, é muito útil para reduzir o número de enterros na Terra. Confira!

 

1 – Velório tradicional

Embora muita gente acredite que o processo de cremação exclui o velório, a verdade é que este é o primeiro passo do processo. Os crematórios possuem salas de cerimônia próprias para isso e no final da homenagem, uma urna simulando um sepultamento desce por elevador até uma sala subterrânea, onde de fato acontecerá a cremação.

2 – Preenchendo a papelada

É importante que a documentação do cadáver esteja certa para que a cremação seja realizada, uma vez que o processo não é reversível.

 

São necessários uma certidão de óbito e permissão do legista, já que, uma vez cremado, qualquer evidência forense é literalmente transformada em pó – sendo destruída qualquer prova ou evidência de crime, por exemplo.

 

3 – Preparação do corpo

Dispositivos terapêuticos como marca-passo e alguns tipos de implantes podem explodir quando colocados em um crematório. Portanto, é importante removê-los do corpo antes de dar início ao processo. Joias de qualquer valor, alças de metal, etc, também são removidos, uma vez que serão destruídos pelo fogo.

 

4 – Sala de comprometimento

Após ser inspecionado, um “serviço de testemunho” é feito, em que é confirmada pela família a identidade do falecido. De fato, eles podem assistir toda à cremação – e até mesmo ligar o botão para dar início a ela (em alguns países). Desta forma, os parentes poderão ter certeza de que receberão as cinzas corretas.

 

5 – Fila para ser cremado

Por lei é obrigatório esperar 24 horas após o óbito antes de dar início a cremação. Em alguns crematórios mais populares, os corpos chegam a ficar até dois dias na fila, permanecendo congelados até o momento de serem incinerados.

6 – A incineração

A câmara de cremação é mantida a temperaturas próximas de 1.000 °C. Ela é revestida com tijolos industriais projetados para suportar altíssimas temperaturas e é construída para manter apenas um corpo de cada vez. De fato, na maioria dos casos, é ilegal incinerar mais do que um corpo ao mesmo tempo.

 

Após serem abastecidos com carvão e coque – um tipo de combustível derivado da hulha –a uma pequena abertura é feita para colocar o caixão. Algumas empresas mais modernas, utilizam como combustível gás natural, propano ou até diesel.

O caixão queima primeiro e depois o corpo. A água que contém dentro dele sai rapidamente na forma de vapor, até que começa a entrar em combustão. O cabelo e a pele são destruídos primeiro, seguidos de músculos, que se contraem quando carbonizados. Os tecidos moles são vaporizados, até que os ossos começam trincar.

 

Alguns crematórios utilizam câmaras secundária para reduzir os odores, fumaças e gases provenientes da combustão. Após a passagem por esta câmara, a fumaça sai pela chaminé sem cor, cheiro e livre de agentes poluentes – através de potentes filtros.

Neste ponto, o corpo é reduzido a um mero esqueleto de ossos quebradiços, que podem ser esmagados manualmente com a ajuda de uma ferramenta semelhante a enxada ou através de um cremulador, que tritura todo o osso até transformá-lo em pó. O que resta então são cerca de 1 kg – 1,5 kg de cinzas, no caso de um adulto.

As cinzas são arrastadas para uma bandeja com auxílio de um imã, que recolhe eventuais metais como parafusos e placas cirúrgicas, que serão descartados ou reciclados. Todo o processo, leva cerca de duas a três horas, dependendo do peso do corpo, tipo de caixão e temperatura atingida.

 

Uma vez chegando ao estágio final, os restos cremados são colocados em um receptáculo ou urna de plástico ou cerâmica, e entregue aos parentes. Normalmente, isso ocorre no dia após o funeral, dependendo do tamanho da fila no crematório.

[ Fonte: Ranker ]

[ Fotos: Reprodução / Raker ]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!